Era uma vez...

A paixão pelos desportos motorizados e a vontade de praticar este tipo de desporto a um nível seguro, acessível e em convívio com amigos e colegas foi o motor determinante para se começarem a organizar algumas corridas de karting entre funcionários da Universidade do Minho.

Durante 1998, Luís Cunha e Mário Rui Pereira, docentes do Departamento de Física, começaram por organizar, em conjunto com a colaboração do KIB (Kart Investimentos de Braga), duas provas com karts de aluguer, integrada em fins‑de‑semana com corridas de campeonatos regionais. Pois o sucesso da iniciativa foi tal que a assistência presente no kartódromo se divertiu mais com a prestação dos universitários do que com as corridas dos "profissionais". A emoção e o divertimento foram uma constante. Os pilotos empenharam-se em mostrar aos espectadores presentes, toda a sua arte ao volante. Desde piões perfeitamente controlados em todas as curvas do circuito, incursões pela relva, não só para encurtar caminho, mas também para alimentar os cavalos das máquinas etc. etc.

Após esta experiência estimulante Luís Cunha e Mário Rui Pereira decidiram, com a colaboração e apoio dos Serviços de Acção Social (SASUM), organizar o primeiro campeonato de Karting da Universidade do Minho (1998/99). O objectivo principal era juntar pessoas que trabalham na mesma casa e conviverem praticando uma modalidade de que gostam, de um modo seguro e divertido. Este primeiro campeonato foi constituído por 6 provas, com duração de uma hora cada uma, disputadas por equipas de dois elementos. Foi dominado pela dupla José Pedro, do Centro de Informática e Amândio Antunes, do Centro de Comunicações, apesar da forte resistência da equipa de ponta do Departamento de Física (Luís Cunha e Mário Rui Pereira). Em todas as provas concorrem também familiares e amigos, levando a organização a estabelecer para o ano seguinte (1999/2000) um campeonato paralelo para elementos convidados. Todas as 6 corridas do campeonato foram disputadas por equipas de dois elementos. Os títulos ficaram em família, com Luís Cunha (Dep. de Física) a dominar o campeonato de universitários e o filho, Luís Gachineiro, a fazer o mesmo no de convidados.

Todas as corridas destes dois primeiros campeonatos foram disputados no kartódromo de Palmeira, em Braga, aproveitando as várias possibilidades de traçados de pista que este kartódromo permite.

Em 2000/01, a organização decidiu diversificar as pistas e foram disputadas corridas nos kartódromos da Amorosa, em Viana do Castelo, do Cabo do Mundo, em Matosinhos e de Rilhadas, em Fafe, além do kartódromo de Palmeira. Disputaram-se 8 corridas de vários tipos: por equipas, por mangas (individuais ou por equipas) ou individuais. Neste campeonato aconteceu o mesmo "negócio" familiar: Luís Cunha foi o campeão entre os universitários e Luís Gachineiro entre os convidados. Durante este campeonato começou a participar um elemento que teria um papel fundamental na evolução dos campeonatos seguintes: Miguel Abrunhosa de Brito, do Departamento de Sistemas de Informação. A página internet do campeonato foi de sua autoria. As suas sugestões e o seu empenho deram e continuam a dar um forte alento no campeonato, que passou a designar-se por UMKarting, Campeonato de Karting da Universidade do Minho.

2001/02 teve um forte incremento na participação de elementos convidados. A experiência acumulada durante os 3 primeiros anos permitiu evoluir para um novo tipo de provas, agora denominados Grandes Prémios, no sentido de diminuir o efeito das eventuais desigualdade entre os karts atribuídos (por sorteio) aos pilotos. As 8 corridas do campeonato decorreram de acordo com um dos 3 formatos a seguir indicados. Se a frota de karts disponibilizada tivesse unidades em quantidade suficiente para o número de inscritos, efectuavam-se provas do tipo i), se não, do tipo ii) ou iii):

i)                    10 min de treinos cronometrados e duas corridas de 20 minutos (individuais) com troca de karts entre corridas.

ii)                10 min de treinos cronometrados e duas corridas de 40 minutos (por equipas de 2 elementos) com troca de karts entre corridas.

iii)                3 corridas de 20 min, antecedidas, cada uma delas, por 5 min de treinos cronometrados. Cada piloto participa em 2 das 3 corridas.

Em cada uma das duas corridas de cada Grande Prémio cada concorrente pilotou um kart diferente. 

O IV campeonato foi dominado por Luís Cunha (Dep. de Física) nos universitários por Rúben Azevedo nos convidados.
 
Entretanto, devido ao crescente número de inscritos o modelo dos GP foi evoluindo para corridas de sprint mais curtas (5 min de treino cronometrado e 15 min ou 15 voltas de corrida), e fazendo um maior número de corridas por GP.
 
Na quinta edição do campeonato o modelo evoluiu para com uma única pontuação de acordo com a classificação final. Implementou-se, pra além do troféu para o vencedor absoluto,  um troféu para os antigos alunos da Universidade do Minho, que sejam sócios da respectiva associação (AAEUM).
 
Desde a época 2007/2008 introduziu-se uma alteração significativa. Devido à diferença de experiência entre os pilotos habituais e os rookies, decidiu-se implementar um sistema de 2 divisões (A e B). Na divisão A correm obviamente os pilotos melhor classificados nos ranking e/ou classificação do campeonato.

Apesar da competição existir, o que é de facto importante é que nestes campeonatos convivam salutarmente os "pilotos" que lutam pela vitória em cada prova e os que apenas querem experimentar o prazer do karting. A fórmula resulta. O sucesso tem sido de tal modo que o campeonato se vai disputar pelo décimo primeiro ano consecutivo.

 

Para a história ficam os vencedores dos campeonatos:

1998/1999 - José Pedro (CI) e Amândio Antunes (CC)

1999/2000 - Luís Cunha (DF) e Luís Gachineiro (Convidados)

2000/2001 - Luís Cunha (DF) e Luís Gachineiro (Convidados)

2001/2002 - Luís Cunha (DF) e Rúben Azevedo (Convidados)

2002/2003 - Luís Cunha (DF) e Luís Gachineiro (Convidados)
2003/2004 - Miguel Brito (DSI)
2004/2005 - Jorge Azevedo (Conv)
2005/2006 - João Araújo (Conv)
2006/2007 - João Moreira (Conv)
2007/2008 - João Moreira (Conv) 
 

Última actualização em 27-09-2008 por Luís Cunha